10 funções do Terminal Bloomberg para quem trabalha com renda fixa, moedas e ações

Especialistas da Bloomberg comentam sobre o cenário econômico e dão sugestão de soluções para acompanhar o mercado em tempo real e fazer melhores negociações.

Quem trabalha no mercado financeiro precisa acompanhar as tendências, entender riscos, oportunidades de negócios e separar informações relevantes para monitoramento e análise. Para ajudar esses profissionais no dia a dia, especialistas da Bloomberg em renda fixa, variável e moedas elegeram dez ferramentas do terminal Bloomberg úteis para acompanhar o mercado.

Essas funções foram destacadas durante o webinar “As dez melhores funções para renda fixa, moedas e ações”, apresentado recentemente pela Bloomberg. O encontro, destinado a profissionais do setor financeiro, foi comandada por Roger Oey, analista de Renda Variável, e Marco Aurélio Mota, que atua com Renda Fixa e Moedas na Bloomberg.

Ambos compartilharam insights sobre a conjuntura econômica no mercado global pós-COVID-19, impactos da pandemia, medidas adotadas pelos governos com a chegada da vacina e tendências para o mercado brasileiro. Eles aproveitaram a ocasião para mostrar as funcionalidades que mais utilizam no Terminal Bloomberg para analisar o mercado em seus segmentos de atuação.

Acesse aqui o webinar completo e confira abaixo as dicas dos especialistas da Bloomberg em renda fixa e moedas e variável:

Veja as 10+ em renda fixa e moedas

1 – GMM

Monitores de mercados globais. A tela pode ser customizada por mercados, países e etc. O critério mais importante é a ordenação ou ranking das informações por “Z-score”. É possível saber o comportamento dos mercados em tempo real

2 – WB

Monitores de bonds soberanos. Apresenta informações sobre bonds e yields, fazendo comparações históricas com o mercado atual. Por exemplo, observamos o nível de confiança do Brasil em termos de seus yields e dados históricos.

3 – OTC

Monitor local indicado para países emergentes. São abas de monitoramento para as diversas classes de ativos no mercado local, como FX, curvas, equity e outros dados do setor. Exemplo são os dados de renda fixa de todos os instrumentos “cash” (LTN, LFT), mercados globais do Brasil etc.

4 – BCB

É um portal com todas as informações de política monetária do Banco Central. Há todas as estatísticas da base de dados da Bloomberg referente ao Brasil, como desemprego, inflação, produção e inúmeras opções para você fazer suas pesquisas e análises. A plataforma também conta com uma área de notícias, projeções e funções sugeridas pela Bloomberg sobre o país.

5 – NI BZBONDPIPE

Apresenta o radar das captações de empresas brasileiras no país ou no exterior. É possível analisar diariamente as companhias que estão trabalhando em emissões.
A solução é útil para tesourarias para acompanhar suas emissões ou as de seus competidores. Ajuda também o sell side alavancando suas atividades.
A função similar NI LATAMBOND cobre o mercado da América Latina.

6 – SRCH

Com uma base de dados que armazena 47 milhões de ativos/deals de renda fixa, esse comando da Bloomberg realiza diversos filtros, que podem ser salvos, compartilhados com usuários Bloomberg e utilizados a qualquer momento. Existem também filtros preestabelecidos e disponíveis a todos os usuários. A partir da seleção dos ativos, o usuário conta com um leque de ferramentas analíticas e gráficas.

7 – YASN, e YAS

Análise e precificação de ativos. São adotadas para calcular invoices, riscos e diversos resultados analíticos. Essas funções são integradas ao Excel por meio da função BDP.

8 – FIW

Além de gerar gráficos, essa solução conta com calculadora para operações analíticas, yields, spreads, avaliação de novas emissões, comparações entre ativos etc. É totalmente configurável de acordo com sua necessidade. Você pode traçar curvas de empresas de determinados segmentos, como o setor elétrico, e precificá-las.

9 – GC

Ferramenta para traçar curvas de renda fixa. As curvas adotadas nas calculadoras podem ser plotadas aqui com a GC.

10 – FXFM

Ideal para tesourarias e analistas, essa ferramenta agrega graficamente as projeções futuras de contações FX por meio de NDFs, opções e projeções de analistas. São análises muito importantes para as reuniões semanais e para saber como será o comportamento das moedas.

Veja as 10+ em renda variável

1 – CP

Trata-se de um pacote de ferramentas que mostra faturamento de empresa por segmento, comparações de negociação e cobertura dos analistas de forma resumida, entre outras informações. Um dos seus destaques é a funcionalidade “Key Insight”, que apresenta uma série de dados de uma companhia com base em algoritmos da Bloomberg com o objetivo de mostrar indicadores relevantes que atingiram valores fora da normalidade. É uma automatização de informações e uma ferramenta bem completa para ajudar na tomada de decisão.

2 – MODL

Um novo consenso da Bloomberg com mais detalhes, seja linhas de faturamento, custo, despesas e balanço, com base em modelos de analistas. Apresenta dados passados e estimativas com exportação para o Excel. Dá para baixar também modelos de analistas do mercado, mediante autorização dos mesmos, sem custo adicional.

3 – BI

Bloomberg Intelligence consolida análises que cobrem vários setores do mercado financeiro. Há estrategistas que falam sobre ações, fundos, tendências, o que fazem modelos setoriais, entre outras atividades, sem competir com o time de sell side de bancos ou corretoras. Você pode visualizar informações por empresas e setores. Conta ainda com um diretório com 350 analistas. Você pode conversar com eles e mandar mensagens para esclarecer dúvidas sobre algum relatório. Outro recurso é o chatroom para perguntas de forma anônima.

4 – DS

Realiza filtros de documentos públicos de empresas, como transcrição de chamadas com analistas, apresentações e contratos arquivados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e em outros órgãos reguladores. Basta digitar uma palavra na busca – “expansão”, por exemplo –, que o sistema apresenta nomes de empresas em que o termo foi citado. Traça ainda tendências, fornecendo insights mesmo antes da leitura de documentos.

5 – WATC

Foi criada pela Bloomberg para pesquisar ações e, por exemplo, agrupar papéis do Ibovespa mais vendidos, setores que subiram mais ou que caíram em determinado período. Permite realizar também análises por porte de empresas, ações mais valorizadas e outros tipos de avaliações com base em dados dos últimos cinco e dez anos. São análises úteis para mostrar aos investidores onde estão as melhores oportunidades de negócios.

6 – SEAG

Gera gráficos de séries sazonais e faz análises de renda variável, moedas e renda fixa. Pode ser utilizada para traçar tendências, como saber como estão as vendas de imóveis em São Paulo em 2021 e fazer comparações com os últimos cinco anos. Permite usar qualquer dado estatístico, como ações e informações setoriais, para fazer projeções com maior velocidade que no Excel.

7 – GP

Alguns conhecem essa ferramenta para criar gráficos de ações e preços de renda fixa. Mas o sistema permite também comparar receita e lucro de uma empresa.
Entre outras funcionalidades, a solução elabora templates para uma reunião com visualização de gráficos por setor. Você poderá criar também playlists de empresas e pesquisar suas informações mais rapidamente.

8 – WFII

Mostra investimento estrangeiro em ações ou renda fixa. No começo da pandemia, em 2020, por exemplo, muitos dos investimentos internacionais estavam concentrados nos mercados da China e EUA, considerados mais seguros em relação à crise da saúde. Essa funcionalidade traça esse tipo de cenário. Quando se clica em Brasil, por exemplo, dá para acompanhar o fluxo de investidor (local e estrangeiro), o total de compras e vendas, o líquido por semana ou ano etc.

9 – GVT

Na GTV da Bloomberg, você encontra os gráficos de notícias mais relevantes do dia. Para uma melhor compreensão, cada gráfico conta com um botão na parte inferior, direcionando para a notícia ou reportagem mencionada. É possível acessar gráficos de análises históricas. Caso precise dessa informação, dá para copiar e utilizar a imagem posteriormente. Clientes podem usar esse material para montar apresentações sobre conjuntura, listar fatos mais importantes da semana e/ou do mês ou fazer comparações sobre determinados assuntos.

10 – SOCI

Essa ferramenta faz filtros em redes sociais, como portfólios managers no Twitter. Também possibilita acompanhar o fluxo de notícia em destaque nesse serviço ou em outras redes sociais e agregar as informações em um monitor já existente ou deixar parado numa tela. Você pode continuar trabalhando com sua planilha Excel e visualizar pela barra direita do seu monitor notícias publicadas em primeira mão nas redes sociais. É uma forma de ficar de olho no que está acontecendo de mais importante no dia.

Ferramentas para o Launchpad

As sugestões mencionadas pelos dois especialistas são apenas algumas das soluções automatizadas da Bloomberg para apoiar profissionais que operam com renda variável, fixa, ações e moedas. A Bloomberg conta com um leque de funções, calculadoras e soluções para você acompanhar o mercado financeiro em tempo real, suas exposições, ganhar agilidade e fazer negociações com maior lucratividade. Confira os detalhes de como navegar e usar essas ferramentas na prática.

Agende uma demo.