Investidores de ativos de risco estão de olho em questões ESG

Por Laura Benitez.

Mais de dois terços dos investidores de categorias de dívida de maior risco agora escolhem ativos com base no quanto os emissores atendem aos padrões ambientais, sociais e de governança, conhecidos pela sigla ESG em inglês, segundo pesquisa do setor.

Uma sondagem com 100 investidores financeiros alavancados de 55 organizações, divulgada na segunda-feira pelo grupo de lobby ELFA, constatou que 70% dos entrevistados baseiam as decisões em ESG para pelo menos metade de seus ativos de renda fixa.

Investindo em um futuro sustentável Acesse o relatório

Cerca de 75% dos participantes citaram a pressão de clientes finais como motivação para basear as escolhas em questões ESG. E 30% deles disseram que o ESG foi mencionado em quase todas as reuniões com clientes, de acordo com a pesquisa.

No entanto, atender a essas demandas pode ser um desafio. A falta de fontes de informação padronizadas significa que 85% dos investidores confiam em suas próprias pesquisas proprietárias para medir se um ativo atende aos padrões ESG.

Mas isso tende a melhorar. Fornecer mais informações sobre questões ESG aos investidores durante a oferta de novos títulos e empréstimos tem apoio de muitos dos patrocinadores de private equity por trás dessas vendas, de acordo com Malin Hedman, vice-presidente de pesquisa setorial da Bain Capital Credit, que contribuiu para a pesquisa.

“Agora estamos trabalhando com empresas de private equity e emissores para tornar suas informações ESG mais transparentes e acessíveis aos investidores, especialmente durante a oferta de novos acordos nos quais o acesso a essas informações é crucial”, disse Hedman.

Agende uma demo.