O impacto na consolidação de informações das empresas do buy-side com foco em expansão

Ao ajudar gestores de ativos alcançar seus objetivos operacionais em todo o mundo, a Bloomberg identificou quatro trajetórias que a maioria das empresas do buy-side seguem na transformação de tecnologia e dados: Especialização, Expansão, Consolidação front-to-middle e Alinhamento de toda a empresa. Algumas empresas precisam de apenas uma trajetória para alcançar seus objetivos, enquanto outras precisam de várias opções para acompanhar a evolução das metas.

Na trajetória com foco em expansão, o gestor tem um TOM centralizado em clientes locais, mas está expandindo para mercados estrangeiros e precisa de uma plataforma de gestão de ordem global para visibilidade de operações em nível de grupo.

Mais sobre a trajetória do buy side para o modelo operacional do futuro? Entre em contato conosco

Ponto de partida

Estes gestores de ativos estão expandindo sua presença internacional através de aquisições, parcerias estratégicas, joint ventures ou contratação de talentos locais. Buscando uma estratégia ”global e local”, estas empresas desenvolvem TOMs focados em soluções personalizadas para clientes e necessidades locais.

Desafios

Criar uma forma robusta para gerenciar um portfólio de investimento local com supervisão a nível mundial, é especialmente difícil quando empresas estão crescendo através de aquisições e alianças. Estas empresas herdam diferentes modelos operacionais, juntamente com sistemas de tecnologia locais, complicando a integração de workflows, tecnologia e dados. Assim, as empresas focadas na expansão, muitas vezes não têm visibilidade em tempo real — a nível de controladora ou grupo — nos seus processos de investimento, desempenho e comissões de compliance. Mesmo a colaboração interna para os objetivos do TOM é um desafio, visto que os participantes envolvidos são adicionados em múltiplas áreas geográficas, idiomas e ambientes regulatórios.

Avanço da trajetória

Gestores de ativos com foco na expansão podem adotar uma plataforma do buy-side global para obter transparência e consistência de operações em toda a empresa. Uma plataforma escalável com gestão de ordem pré-integrada, análise de portfólios, gestão de desempenho, matching e dados em tempo real, reduz a necessidade de manutenção contínua de sistemas desiguais. Uma parceria de tecnologia global,com atendimento ao cliente em vários fusos horários, pode ajudar com a integração de novos sistemas, de acordo com a contínua expansão, atendimento das necessidades de clientes locais e preservação da autonomia de livros de investimento. O início desta parceria no estágio de expansão, pode ajudar gestores de ativos a lidarem com um projeto de consolidação mais complexo mais tarde.

Saiba mais sobre os outros caminhos para a transformação de dados do buy-side:

Agende uma demo.