Tecnologia impulsiona mercados emergentes conforme eles se tornam mais proeminentes em investimentos ativos e passivos

De acordo com a sabedoria convencional, estratégias ativas raramente superam o desempenho das passivas em intervalos de tempo significantes. E as estatísticas comprovam essa teoria: de 2006 a 2016, 83% dos fundos ativos nos EUA não alcançaram seus benchmarks anunciados, 64% tiveram que alterar suas estratégias e 40% foram cancelados antes do período previsto.

A resposta, para muitos gerentes de fundos, são os mercados emergentes. A volatilidade característica desses mercados oferece oportunidades para um grande evento onde um choque de mercado pode ser explorado, e grandes discrepâncias em informações e relatórios (legalmente obtidos) significa que pesquisas e análises com base em tecnologia podem fazer uma grande diferença.

Conheça as soluções integradas da Bloomberg para o buy side Saiba mais

Quando o conceito de ‘mercados emergentes’ foi desenvolvido, os BRICs não eram eficientes, quando comparados aos mais estabelecidos, e não tinham cobertura suficiente. O índice de mercados emergente lançado pelo MSCI em 1988 incluía apenas dez países e oferecia um panorama incompleto.

Hoje, o maior índice de mercados emergentes compilado pelo MSCI inclui cerca de 1.600 empresas em 24 países, em comparação com as mais de 10.000 empresas no universo amplo de mercados emergentes.

Na última década essa área se desenvolveu, mas a falta de dados confiáveis era um obstáculo significante, assim como as tendências inerentes que poderiam refletir no mercado – um foco excessivo em ações de tecnologia na Ásia Oriental ou uma ponderação semelhante do México e Brasil. Estes problemas eram bem conhecidos, tornando estratégias passivas pouco atraentes, e alguns gerentes construíram suas reputações ao encontrar ‘diamantes brutos’: empresas fora de um índice, mas predispostas a um crescimento evidente.

Participantes do mercado estão trabalhando para aumentar a aquisição de dados de benchmark e índice além do que há cinco anos, e construir ou comprar novas ferramentas para gerenciar esses dados. O MSCI não é o único índice de mercados emergentes e gerentes de ativos estão aproveitando essas ferramentas para investir ativamente ou incorporar os fundos passivos que acompanham diretamente os índices internos de mercados emergentes.

A alta volatilidade nos mercados emergentes significa que alguns índices – especialmente aqueles com empresas envolvidas nos grandes projetos de infraestrutura da China na Ásia Central – geraram resultados extraordinários para estratégias passivas. O iShares Core MSCI Emerging Markets ETF teve retornos de 38% entre 2013 e 2018, mesmo considerando a desaceleração de 2016 na China.

Atualmente, novas tecnologias prometem reformular radicalmente as estratégias passivas em todo o mundo, independente do mercado.

A aprendizagem de máquina tem ajudado investidores passivos a alcançar um nível de monitoramento detalhado para analisar se estão de fato tendo um bom desempenho. Aprendizagem de máquina oferece melhores capacidades de atribuição de performance independente de cultura  – não há barreira de linguagem ou histórico para uma máquina. A capacidade de processar grandes quantidades de dados não deve, necessariamente, ser direcionada aos mercados: processos internos podem ser revolucionados ou as expectativas de vida dos clientes podem ser usadas para personalizar estratégias.

O aumento da quantidade de dados coletados também significa há possibilidade de se obter melhores resultados  – com a evolução da inteligência artificial, os perfis de risco serão ajustáveis, quase que literalmente, com o toque de um botão. A análise de sentimento assume um papel central – inteligência artificial pode, em teoria, tornar-se o seu gestor ativo remoto.

No entanto, o principal impacto deve ser o declínio de encargos. Gerentes não necessariamente estarão de acordo, mas a pressão criada pela popularidade das estratégias passivas pode ser ampliada quando os clientes se conscientizarem do trabalho feito pela automação. Contudo, é possível que o novo cenário crie novas oportunidades para redistribuir o risco de lucro ou vincular mais de perto as taxas ao desempenho.

Ainda estamos na fase inicial da implementação de novas estratégias tecnológicas em investimentos de mercados emergentes para investidores passivos e ativos, portanto, há uma vantagem para aqueles que utilizam as ferramentas capazes de obter dados com rapidez e precisão.

Agende uma demo.