A transformação de dados do buy-side alinhada a toda empresa

Ao ajudar gestores de ativos alcançar seus objetivos operacionais em todo o mundo, a Bloomberg identificou quatro trajetórias que a maioria das empresas do buy-side seguem na transformação de tecnologia e dados: Especialização, Expansão, Consolidação front-to-middle e Alinhamento de toda a empresa. Algumas empresas precisam de apenas uma trajetória para alcançar seus objetivos, enquanto outras precisam de várias opções para acompanhar a evolução das metas.

O gerente do plano de alinhamento da empresa busca centralizar e reformular todos os sistemas operacionais como parte da transformação de negócios, com o modelo operacional alvo (TOM) para garantir a fonte de dados que impulsionam um OMS global e considera instalar um livro contábil centralizado de registro, uma ferramenta de gestão e serviços de dados agnóstica em todos os locais, um middle-office terceirizado ou interno central e/ou mesas de execução de multiativos.

Mais sobre a trajetória do buy side para o modelo operacional do futuro? Entre em contato conosco

Ponto de partida

Estes gerentes de ativos estão comprometidos em revisar os processos operacionais e gerenciar custos de perto. Eles pretendem alinhar e consolidar sistemas, e operações internas e terceirizadas. Parcerias em tecnologia geralmente são escolhidas para gerenciar esta transformação.

Desafios

Empresas não conseguem escalonar seus sistemas para o crescimento, gerenciar e monitorar a utilização de dados e custos, otimizar processos operacionais e de front office, realizar uma gestão sólida de desempenho e governança ou alcançar eficiências mensuráveis de workflow. A disfunção operacional está afetando negativamente a produtividade, rentabilidade e desempenho. Gestores seniores reconhecem que precisam de uma transformação completa do modelo operacional e que isso não pode ser feito sem a ajuda significativa de uma parceria externa.

Avanço da trajetória

Gestores de ativos que são bem sucedidos na trajetória de alinhamento de toda a empresa, investem seu tempo para entender todas as nuances locais de ponta a ponta, planejam a implementação de mudanças em grande escala e garantem o apoio da gerência em toda a organização. Eles priorizam a obtenção da “golden source”para múltiplos paradigmas de seus dados — terceirizados, internos, em tempo real, históricos, estáticos e derivados — para que sejam gerenciados por um serviço eficiente de gestão de dados empresariais. Eles aprofundam parcerias com fornecedores de tecnologia confiáveis que podem garantir integração, estabilidade e escalabilidade de sistemas entre todas as funções do negócio, incluindo gestão de ordens, analytics, matching, liquidação e contabilidade.

Após a consolidação de vários sistemas em uma plataforma e workflow, estas empresas muitas vezes dependem de uma equipe de operações globais interna ou externa para gerenciar e coordenar totalmente os processos de middle office (matching e liquidação, processamento de início do dia e fim do mês) e de operações de investimento (governança de dados e contabilidade). A conclusão desta trajetória de transformação permite que gestores de ativos compitam em mercados globais com sinergias alinhadas.

Saiba mais sobre os outros caminhos para a transformação de dados do buy-side:

Agende uma demo.